Apaixonados por violência

Nós amamos a violência.

Você pode torcer o nariz, dizer que é “paz e amor” e que abomina qualquer tipo de violência. Tudo bem, eu acredito. Mas pode ser que você seja uma exceção. É inegável que nós, como sociedade, adoramos atos violentos.

É revoltante, pelo menos pra mim, ver a cena do espancamento no Carrefour. Os caras batem com vontade, força e ódio. Lembrei das brigas no futebol ou dos “esportistas” do UFC.

Fico me perguntando: por que em alguns casos a violência é um show?

Falei do UFC e senti que você se ofendeu. Você vai me dizer “ah, mas não tem nada a ver. UFC é um esporte, tem regras. Tem até um juiz pra ninguém sair de lá morto”.

E desde quando dois caras se batendo até o limite com a morte pode ser chamado de esporte? Percebe como vamos ressignificando as coisas, botando nomes mais bonitinhos para não parecermos tão odiosos?

Desculpa aí se você curte UFC, mas a única diferença da cena do Carrefour, onde o João foi espancado até a morte, é que lá eram 2 contra 1 e não tinha o juiz pra mandar parar. Aposto que teve muita gente que adorou ver a cena, que faria o mesmo se tivesse naquela situação.

Quer mais um exemplo? Veja quantos programas policiais temos na tevê aberta. Só falta você me dizer que o Datena é apaixonado pela paz e que o programa dele é essencial para a nossa sociedade. É sangue o tempo todo. Tiro, porrada e bomba, como diria Tati Quebra Barraco.

Seria mais honesto declararmos desde já que amamos a violência e que ela é tão essencial como o ar. Que sem ela não vivemos e que, pra completar, ela vende muito bem na tela da televisão.

O mundo é violento. Eu sei que não é fácil admitir isso, mas é assim. E continuará sendo. Pra falar a verdade já foi até pior. É só olhar para o nosso passado e ver o quanto “evoluímos” neste aspecto.

A violência é uma forma de poder. E a paz, ao que tudo indica, só é possível quando um grupo tem o monopólio da violência. Foi assim na ditadura e hoje é com o crime organizado. É triste, mas é assim que funciona.

Na Band a violência é um crime, é chocante. No canal Combate é entretenimento, um evento que lota ginásios e arenas. Juro que não consigo entender.

2 comentários

  1. O que me deixa estarrecido é a coragem acompanhada de tanto ódio, falta de amor mesmo com seu semelhante, espancar uma pessoa indefesa até a morte exige além de coragem uma total falta de compromisso com a vida.
    Mas como vc escreve os u.f.cs da vida os programas policiais estão aí pra encorajar, ensinar esses personagens que deveriam andar de quatro é ter como palco a savana africana.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s